m ú s i c a

 

                       s u r d a

InicialvoltarmySpace.com 

 

 

 

 

 

 

   

 

Antonio Jardim

 

Iniciou seus estudos musicais em 1968, estudando violão em aulas particulares

e posteriormente no Conservatório Brasileiro de Música, sob a orientação de Válter de Souza.

Estudou Harmonia com Guerra-Peixe, no Centro de Estudos Musicais

e Análise Musical com Esther Scliar, na Escola de Música Villa-Lobos, e com Koellreutter, particularmente.

Estudou composição nos III e IV Cursos Internacionais de Verão de Brasília,

respectivamente com Chistopher Bockmann (1978) e Lindembergue Cardoso (1979).

Em 1986, integrou, como representante brasileiro, o corpo de jurados

do Prêmio de Musicologia Casa de Las Americas, em Havana, Cuba e, em 1987,

participou como representante brasileiro do Festival de Música Contemporânea de Havana.

Como compositor tem tido obras apresentadas

nos mais importantes eventos destinados à música contemporânea,

como: Bienais e Panoramas de Música Contemporânea (Rio de Janeiro),

Festival Música Nova (Santos / São Paulo), Ciclo de Música Contemporânea (Salvador),

Encontros de Compositores Latino-Americanos (Belo Horizonte),

Festival de Música Contemporânea de Havana (Cuba),

Mostra de Música Contemporânea (Assunção-Paraguai)

e desde 2001, em apresentações do grupo “Música Surda”

em Universidades, Centros Culturais e Teatros do Rio de Janeiro.

Em 2006, Antonio Jardim teve o livro:”Música: vigência do pensar poético”

publicado pela editora 7Letras.

Em 2008, lançou o CD O livro das canções - Música Surda,

pelo selo independente “musAbsurda Produções Poéticas”.

Compositor graduado pela Escola de Música da UFRJ (1981), Licenciado em Educação Artística (1986),

pelo Conservatório Brasileiro de Música.

Graduado em Filosofia, pelo Instituto de Filosofia e Ciências Sociais da UFRJ.

Mestre pelo Conservatório Brasileiro de Música (1988)

e Doutor em Poética da Faculdade de Letras da UFRJ.

Foi professor de Filosofia da Música e História da Música da Escola de Música da UFRJ de 1988 a 1999.
De 1988 até 1994 foi professor de Harmonia da Escola de Música Villa-Lobos.

Foi professor do Mestrado em Música do Conservatório Brasileiro de Música.

Foi Professor de Estética do Curso de Educação Artística com Habilitação em História das Artes da UERJ

(desde março de 1999 a dezembro de 2002).

De agosto de 1994 até julho de 1995 atuou como Professor Visitante de História da Música,

no curso de Mestrado em Música Brasileira da UNI-RIO

e de 1991 a 1999 atuou como professor do Mestrado da Escola de Música da UFRJ.

Atualmente, é Professor de Estética na Faculdade de Educação da UERJ (desde 1999) e

Professor de Teoria Literária na Faculdade de Letras da UFRJ (desde 2000).